Está com problemas para cancelar a sua conta Agibank? Então confira o passo a passo desse procedimento aqui!

No meio dessa onda digital e vivendo em um período onde a oferta de serviços bancários online estão cada dia mais presente, é até considerável comum você querer migrar de um banco para o outro por julgar que há mais benefícios. Dentro desse espectro, é possível que você esteja se questionando sobre como cancelar conta no Agibank. Porém, antes de poder prosseguir com o fechamento de conta, é importante que você tenha alguns esclarecimentos acerca desse assunto, e é justamente o que faremos nesse artigo, basta conferir!

Homem de blusa social sentado em um sofá com as pernas cruzadas enquanto mexe em um notebook encima de uma mesinha.
É possível que você esteja insatisfeito com os serviços ofertados pelo Agibank, no entanto, antes de tomar qualquer atitude, pode ser interessante saber um pouco mais sobre os pormenores desse assunto, e falaremos sobre isso nesse artigo!
(Imagem: StartupStockPhotos via Pixabay)

Com o tempo, conforme vamos crescendo e construindo nosso perfil financeiro, traça-se novas metas e expectativas, pois as nossas necessidades humanas vão se transmutando e acabamos adquirindo conhecimento de outras. Diante disso, é possível que atualmente você se veja insatisfeito com a sua atual instituição bancária e, portanto, é fundamental saber como encerrar a conta no Agibank. É verdade que se trata de um procedimento relativamente simples, mas para sanar todas as dúvidas, detalharemos todo o passo a passo.

O fato de alguém querer fechar a conta no Agibank não significa, necessariamente, que se trata de uma instituição ruim. A realidade é que, às vezes, ocorre de apenas as suas expectativas não estarem alinhadas com a do banco, mostrando que não faz mais sentido manter um relacionamento com a empresa. No entanto, é essencial saber que, independente dos seus motivos, é de seu direito que o banco respeite a sua solicitação, e falaremos mais sobre esse tema no decorrer desse artigo.

O que é o Agibank?

Muita gente que é desconhecida do assunto acha que o Agibank é só mais um dos diversos bancos digitais existentes, mas a história é um pouco diferente. Inclusive, é até provável que você conheça essa empresa, uma vez que ela teve sua nomenclatura mudada três vezes. Ao contrário do que muitos podem pensar, o Agibank não surgiu durante o frenesi dos bancos digitais. Na realidade, a sua fundação é ainda mais antiga, quando ainda nem se tinha o conhecimento desse conceito em território brasileiro.

O Agibank é um banco brasileiro cuja criação é datada em 1999 pelo gaúcho Marciano Testa. A sede da instituição está situada na cidade de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul. Atualmente, a empresa consta com mais de um milhão de clientes, e tem como um grande marco o fato de ser a primeira instituição financeira a transformar o número do celular no número da conta corrente, algo que nenhum banco no mundo havia feito.

Teclado numérico de um celular antigo na cor preta.
Um dos diferenciais que o Agibank tem é justamente tornar o número de telefone no número da conta bancária. No entanto, tem muita gente que não gosta dessa característica por julgar ser inseguro.
(Imagem: WolfBlur via Pixabay)

Mesmo sua aparição no mercado financeiro estar datada em 1999, nessa época ela ainda não detinha os mesmos serviços que hoje. Inicialmente, detendo o nome Agiplan, sua sede era localiza em Caxias do Sul, RS, e sua principal atuação era concentrada em correspondência bancária. Para quem não sabe, basicamente, é uma empresa contratada por instituições financeiras para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários de determinados bancos.

Dentre alguns dos seus feitos notórios, cita-se o fato de ter transferido a sua sede para a capital, no ano de 2001. De 2001 a 2009, a Agiplan ficou em hiato, apenas tentando melhorar os seus serviços e adquirir cada vez mais clientes. No entanto, depois de 9 anos de intervalo, em 2010, o Bradesco fechou um contrato de exclusividade para a emissão de produtos de crédito consignado com a Agiplan.

O que aconteceu após o contrato do Bradesco?

O fato de o Agibank ter feito um contrato de exclusividade com um dos maiores bancos do Brasil é um fardo positivo que nem todos os bancos digitais podem se gabar. Para a então Agiplan, uma instituição relativamente pequena, ter sido reconhecida por um banco com proporções gigantescas é algo que trouxe muito orgulho e ainda mais notoriedade. É indiscutível afirmar que essa foi uma fase de muita aprendizagem, melhoramento e evolução.

E isso foi tão claro que logo no ano seguinte, em 2011, a Agiplan obteve a licença de instituição financeira de crédito e investimento pelo Banco Central. Sendo assim, após ter recebido esse aval do BC, pôde começar a operar como financeira e montar uma carteira de crédito própria. E isso só demonstra o quão a experiência com o Bradesco foi benéfica, o que se pode constatar ainda mais com os fatos subsequentes.

Quatro pessoas de blusa social branca fazendo um cumprimento com as mãos cerradas.
O contrato feito entre o Agibank e o Bradesco serviu para um melhoramento significativo dos serviços da instituição, pois a troca de experiência fez com que muitas atitudes fossem revistas e aperfeiçoadas.
(Imagem: mohamed_hassan via Pixabay)

No ano de 2013, com o intuito de expandir ainda mais os seus serviços, a empresa resolveu apresentar um pedido formal de autorização ao Banco Central para poder começar a operar como banco e oferecer conta-corrente. Toda e qualquer instituição financeira que deseja começar a se lançar como um banco, precisa passar por uma meticulosa análise do Banco Central, pois ele é uma espécie de órgão regulamentador de todas instituições financeiras.

Sendo assim, conquistando a carta patente que dava a permissão para difundir ainda mais os seus serviços, a Agiplan correu para poder fechar um contrato com a bandeira MasterCard e, a partir disso, começou a oferecer cartões de crédito próprios para os seus clientes. Isso foi fundamental para que o número de clientes aumentasse significativamente, tornando a empresa cada vez mais conhecida.

Quando o Agibank se tornou um banco digital?

Como você já pôde ter percebido até aqui, o Agibank não foi fundado durante a ascensão dos bancos digitais, mas sim muito tempos antes. Fora isso, também foi perceptível notar que ele não foi um banco com estruturas digitais desde o começo, mas ele foi se adaptando aos poucos. Sabendo disso, muita gente fica em dúvida de quando foi que houve essa transição do Agibank, se é que realmente aconteceu.

Muitos acham que, logo após o recebimento da carta patente do BC e passar a oferecer cartão de crédito e conta-corrente, o Agibank já iniciou tudo nos moldes digitais, mas não foi exatamente assim. A realidade é que a então Agiplan tinha outros planos em vista, que era de aumentar ainda mais o seu público e conquistar cada vez mais clientes. Tanto que, em 2016, a empresa adquiriu o Banco Gerador, cujo tinha uma sede na cidade do Recife e, a partir disso, mudou o nome para Banco Agiplan.

Homem carimbando uma carta com um sinete.
Ainda que o Agibank pudesse começar a iniciar alguns serviços nos moldes digitais, esse não era o foco na instituição. Na verdade, ela estava mais comprometida em aumentar o número de clientes e o seu reconhecimento.
(Imagem: sik-life via Pixabay)

E foi somente no final desse mesmo ano que o banco passou a oferecer uma conta-corrente digital e de uma nova funcionalidade chamada de Agipay, que nada mais era do que senão um pagamento via QR Code. Portanto, como é possível constatar, mesmo tendo recebido permissão do BC em 2013, foi somente em 2016 que o banco começou a modelar sua infraestrutura para conceber uma conta digital.

Mas mesmo em 2016 o banco oferecendo uma conta digital, não era possível caracterizá-lo como sendo um banco digital, uma vez que para diversos outros serviços ou para resolver alguns problemas era necessário estar presencialmente com um atendente. Foi apenas em 2018 que o Banco Agiplan se tornou completamente digital, pois foi quando conseguiu reorganizar as suas estruturas. E foi nessa fase que ele foi renomeado para Agibank, passando a emitir cartões múltiplos sob a nova marca da instituição.

Como é a estrutura do Agibank?

Uma coisa que faz com que muita gente tenha dúvidas diz respeito a estrutura do Agibank. Como é possível constatar, foi apenas em 2018 que a empresa passou a oferecer uma conta completamente digital, mas, nesse meio tempo, o Agibank estava abrindo vários pontos de atendimento para melhor atender o seu público. Em vista disso, não valia muito a pena fechar todos esses pontos físicos só porque passou a ter uma estrutura digital.

Sendo assim, o Agibank resolveu ser um banco digital, mas com um grande diferencial, que é exatamente o fato de ter pontos de atendimento físico. Por causa disso, os clientes ficam com questionamentos, pois ficam sem saber se eles realmente podem resolver todos os problemas de maneira online ou se, eventualmente, precisarão ir até a um ponto de atendimento físico. Mas não, isso não acontece.

Pessoas em uma fila indiana.
Pelo fato de o Agibank ter uma estrutura mista, algumas pessoas acham que, eventualmente, terão que se dirigir até um desses pontos de atendimento e enfrentarem uma fila para resolver algum problema de conta, mas isso não acontece.
(Imagem: freestocks-photos via Pixabay)

Os pontos de atendimento servem apenas para aquelas pessoas que sentem mais segurança em resolver algumas coisas pessoalmente. No entanto, tudo que é ofertado presencialmente, também é oferecido de maneira online, sem haver nenhuma distinção entre um e outro. O Agibank optou por isso apenas por ser um grande diferencial, haja vista que pessoas mais velhas evitam se juntar aos bancos digitais justamente pela falta de possibilidade de resolver algumas questões presencialmente.

Atualmente, o Agibank tem 100% de presença física em municípios com mais de 100 mil habitantes. Mas, dentre os seus planos, está a prospecção de estar em todas as cidades com mais de 50 mil habitantes. Estima-se que o banco possua pouco mais de 600 pontos de atendimento, o que é número relativamente legal. Por conta desses pontos físicos, alguns se perguntam se é possível cancelar a conta no Agibank neles, e falaremos sobre isso a seguir.

É possível cancelar a conta Agibank através dos pontos de atendimentos?

Os pontos de atendimento do Agibank oferecem a possibilidade de abrir uma conta-bancária por intermédio deles. Fora isso, diversos outros assuntos concernentes a conta também podem ser tratados nesses pontos físicos, como a solicitação de empréstimos ou a simples resolução de dúvidas. Esses fatos fazem crer que tudo que se faz pelo celular, também pode ser feito nos pontos de atendimento.

Através desse raciocínio, muitos chegam na conclusão de que também é possível encerrar a conta Agibank nos pontos de atendimentos. O fato é que esse pensamento tem uma lógica, mas, na prática, funciona de uma maneira um pouco diferente. No Agibank, apenas é possível encerrar a conta ou pelo celular ou por intermédio de um notebook. Sendo assim, é possível afirmar que os pontos de atendimento não oferecem o serviço de encerramento de conta.

Macbook e magic mouse apple encima de uma mesa de escritório.
Ainda que tudo dê a entender que todos os serviços oferecidos pelo celular, também podem ser feito em um ponto de atendimento, não é bem assim que acontece. Um exemplo disso é o encerramento de conta Agibank, que só pode ser feito pelos meios digitais.
(Imagem markusspiske via Pixabay)

Essa é uma informação que deve ser cada vez mais difundida, pois não é um ponto muito bem esclarecido pela própria empresa. E essa falta de clareza acaba fazendo com que os clientes se dirijam até um ponto de atendimento e solicitem esse serviço, sendo surpreendidos com uma resposta negativa. Portanto, caso queira encerrar a conta no Agibank, é estritamente necessário que você solicite apenas pelos meios digitais.

Perguntas frequentes sobre o cancelamento de conta

Assim como as pessoas se perguntam se no Agibank é possível cancelar a conta por um ponto de atendimento, há diversas outras dúvidas que permeiam esse assunto. Inclusive, muitas pessoas deixam de encerrar as suas contas justamente por falta de compreensão. Mas, para que todas as suas dúvidas sejam extinguidas, resolvemos elencar algumas das perguntas mais frequentes, e o resultado você confere logo abaixo.

Existe prazo mínimo para encerrar a conta?

Um dos principais receios que os clientes Agibank tem é exatamente se há algum tempo pré-determinado de quando se pode cancelar a conta. Inclusive, muitos creem piamente que só se pode encerrar a conta depois que ela fica ativa por um período de mais ou menos um ano, mas isso é pura falácia. Sempre quando se abre conta bancária, assina-se um termo e, nele, está contido todos os direitos e deveres de ambas as partes.

No entanto, ao ler todo o termo, não se encontra uma cláusula sequer afirmando que há necessidade de o cliente manter a conta ativa por um determinado período de tempo antes de solicitar o encerramento. Em suma, isso significa dizer que caso você queira cancelar a conta no dia seguinte da abertura, você tem total direito, pois o banco não pode negar isso aos seus clientes.

Folha com termos e condições com uma caneta preta e dourada encima.
Uma grande parte dos clientes creem veementemente que essa é uma condição estabelecida, mas isso não é verdade. Inclusive, para ter ciência de todos os direitos e deveres, é aconselhável que você leia os termos oferecido durante a abertura de conta.
(Imagem: Edar via Pixabay)

Inclusive, muitos clientes postergam o cancelamento da conta justamente por achar que eles ainda não têm o direito de fazer essa solicitação, e por isso é necessário escrever sobre esse tema, para que cada vez mais pessoas tenham consciência desse assunto. Caso você esteja insatisfeito com a sua conta, não hesite em encerrá-la, pois é seu direito e o banco tem que acatar ou, do contrário, será necessário contactar o Banco Central.

Esse já é um entendimento que clientes de bancos tradicionais já tem, no entanto, algumas pessoas acham que as regras aplicadas nas instituições convencionais não se replicam às empresas bancárias digitais, mas isso não acontece. Todos os bancos seguem cláusulas impostas pelo Banco Central, então não há essa diferenciação de tratamento.

Posso ter a conta cancelada por inatividade?

Esse é um tópico que deve ser tratado com bastante detalhes para que você possa ter o máximo de compreensão possível. Antes de tudo, é importante saber por que o Banco Central determinou que houvesse esse tipo de ação. Falando de uma maneira direta, o mandamento do BC é baseado em precaver o titular de eventuais gastos desnecessários. Por exemplo, é normal que os bancos cobrem taxas de anuidade, mensalidade ou até de manutenção de conta.

E a maioria dessas taxas são cobradas mensalmente, criando uma obrigação por parte do titular de arcar com tais cobranças. Porém, quando essas contas não são pagas todos os meses, acaba criando um montante que, a longo prazo, se torna um valor significativamente alto. Mas, para evitar que esse saldo devedor fique cada vez maior, o Banco Central determinou que contas sem movimentação devem ser encerradas por inatividade.

Notas de um dólar espalhadas sobre uma superfície plana.
A razão para que contas sejam encerradas após um longo período de inatividade é justamente para evitar que as dívidas advindas de taxas fiquem cada vez maiores.
(Imagem: TheDigitalArtist via Pixabay)

Ou seja, é uma maneira de resguardar o cliente. Mas, no caso no Agibank, ele não possui taxas de manutenção de conta, mensalidade e anuidade só depois de um ano. Diante disso, muitos podem acabar achando que o Agibank não se enquadra nos motivos do BC e, por isso, não encerra a conta dos seus clientes por inatividade, mas isso não é verdade. O mandamento do Banco Central serve tanto para os bancos digitais quanto para os tradicionais.

Então, caso a sua conta fique inativa por um período de mais ou menos seis meses, o Agibank fica na obrigação de cancelar a sua conta. No entanto, ainda que isso seja possível, não é o mais recomendado, pois isso pode acabar afetando o modo como os bancos enxergarão o seu perfil. Afinal de contas, toda ação bancária fica no seu histórico, e deixar uma conta sem movimentação por um período tão longo quanto esse não é interpretado da melhor maneira.

Posso encerrar a conta tendo empréstimo a pagar?

Dentre os pré-requisitos para que a conta bancária seja encerrada sem maiores problemas, está a necessidade de ter arcado com a totalidade dos seus gastos mensais, como as faturas do cartão de crédito. No entanto, o Agibank tem a disponibilidade de empréstimo, e pode ser que você tenha solicitado esse tipo de serviço. Se esse é o seu caso, provavelmente você terá que pagá-lo por um período relativamente longo.

E sabendo que não se pode encerrar a conta até ter arcado com todas as responsabilidades financeiras, é possível que se tenha chegado na conclusão de que também não é possível encerrar a conta Agibank tendo empréstimos a pagar. No entanto, não é bem assim. Geralmente, recomenda-se que você termine de pagar o empréstimo e, só depois daí, solicitar o cancelamento da conta.

Homem dando um empréstimo em dinheiro para outro homem.
Caso queira encerrar a sua conta no Agibank sem maiores questões, o recomendado é que você realmente arque com todas as suas pendências financeiras. Mas, caso não seja possível, existe uma alternativa que você pode tentar.
(Imagem: Raten-Kauf via Pixabay)

Porém, se você está querendo muito findar o relacionamento com o Agibank – seja qual motivo for – há uma alternativa que você pode seguir. É possível tentar um acordo com a instituição para que ela disponibilize o pagamento via boleto bancário ou através do débito automático de uma outra instituição. Ou, caso prefira, também há a opção de tentar portar a dívida para um outro banco. É válido ressaltar que o Agibank não tem obrigação de acatar essa solicitação, mas se você sempre teve um bom relacionamento com o banco, é possível que ele acate.

É verdade que esse não é o caminho mais fácil de se percorrer, pois o banco pode dificultar o processo e querer que você continue pagando o empréstimo pela própria instituição. No entanto, não é uma opção impossível, haja vista que diversas outras pessoas conseguiram esse feito, apesar de ser um caminho um pouco árduo de se percorrer. Mas, se você está decidido a cancelar a conta o mais rápido possível, essa é a única opção disponível.

O Agibank pode se negar a cancelar a conta?

Outra dúvida muito comum que assola muitos dos clientes Agibank é se o banco pode se negar a cancelar a conta. Para responder essa pergunta, também é preciso analisar alguns pormenores. O fato é que, em algumas situações específicas, o Agibank pode sim negar a sua solicitação, e iremos explicar esse ponto. Para que o fechamento da conta ocorra sem maiores problemas, existe alguns pré-requisitos, e é essencial segui-los à risca.

Essas condições são impostas por uma razão, que é exatamente para que não ocorra nenhuma interferência. Isso quer dizer que, caso você não esteja de acordo com os pré-requisitos estabelecidos, a Agibank pode sim negar a sua solicitação de encerramento de conta. Mas, dentro desse entendimento, deve-se afixar na mente que esse é o único caso em que a negação é válida.

Moedas de euro de diferentes valores espalhadas sobre uma superfície.
Caso você não esteja com a conta totalmente zerada, por exemplo, o Agibank pode sim se negar a cancelar a sua conta. Porém, vale destacar que o banco só pode fazer isso quando estiver em discordância dos pré-requisitos.
(Imagem: 127071 via Pixabay)

Portanto, caso você se encaixe nos requisitos, mas mesmo assim o Agibank se negou a acatar o seu pedido, você deve entrar em contato com os órgãos responsáveis para resolver esse problema. E, dentre os requisitos, está a necessidade de você estar com a conta zerada, sem débitos pendentes, arcar com os valores da conta (quando e se houver), bem como o cheque especial etc.

Um outro ponto que deve ser ressaltado é que pode acontecer de você informar o desejo de encerrar a sua conta e o Agibank iniciar com esse procedimento. No entanto, se porventura você receber uma transferência de qualquer valor, o fechamento da sua conta poderá ser prejudicado. Nesse caso, o banco poderá interromper o procedimento e, assim, você deverá realizar uma nova solicitação para que a conta seja definitivamente cancelada.

Em algum momento é necessário se deslocar até algum ponto de atendimento?

Já falamos anteriormente que não é possível solicitar o encerramento da conta Agibank através de um dos pontos de atendimento. Porém, uma outra dúvida que pode surgir é se, em alguma fase do processo de fechamento de conta, o cliente precisará se deslocar até um desses pontos físicas, seja para apresentar documentos de identificação, seja para resgatar o termo de cancelamento de conta.

Essa é uma dúvida bastante pertinente, mas a resposta é bem simples. Todo o procedimento de encerramento de conta do Agibank é intermediado de forma online. Sendo assim, exclui-se a necessidade de ter que se apresentar em algum dos pontos físicos da instituição. Mesmo porque, a empresa não está presente em todos os municípios brasileiros, o que acabaria dificultando bastante a vida de alguns dos seus clientes.

iPhone branco em pé em uma mesa.
Em nenhum dos processos será necessário ir até algum ponto de atendimento do Agibank. Todo e fechamento de conta é feito de maneira online, excluindo por completo uma possível ida até um dos pontos físico.
(Imagem: moisesvasquez Pixabay)

O que algumas pessoas podem achar é que, mesmo não tendo um ponto de atendimento do banco na sua cidade, deverá enviar os papéis necessários para o endereço mais próximo da residência. Mas não, isso também não acontece. Não é preciso se preocupar com essa questão, pois a empresa já possui os documentos necessário para cancelar a conta, uma vez que você os enviou quando abriu a conta.

Além do mais, vale destacar que o Agibank permite que a conta seja aberta através de um dos pontos de atendimento. E as pessoas que acabaram optando por essa alternativa, acreditam que como a abertura de conta foi feita pessoalmente, o cancelamento também segue essa mesma regra. Mas também não é assim. Qualquer cliente deve fechar a conta por intermédio da internet, independente do método de abertura, sem exceções.

Como cancelar conta no Agibank?

Agora que você já tirou as suas dúvidas sobre esse procedimento, certamente deve estar se sentindo mais seguro sobre o cancelamento de conta. É válido ressaltar que, no Agibank há dois meios de seguir com o encerramento, que é através do internet banking ou por intermédio do celular, e cabe a você escolher qual método irá utilizar. Mas, para facilitar a sua escolha, detalharemos logo abaixo os dois modos, basta conferir!

Como cancelar conta no Agibank pelo Internet Banking?

A grande maioria dos bancos digitais e tradicionais dispõe da funcionalidade do internet banking, e isso acontece pois, para algumas funções, é muito mais seguro. No entanto, essa funcionalidade é algo ímpar, cada instituição desenvolve da sua maneira. Alguns bancos optaram por desenvolver um software. Ou seja, para poder acessar o internet banking, seria necessário baixar um arquivo para o seu computador.

Outros bancos, no entanto, simplificam esse processo e apenas é necessário utilizar o navegador de internet, sem a necessidade de baixar nada, e é o que acontece com o Agibank. Para poder utilizar o internet banking da instituição, basta procurar no seu navegador. No entanto, é essencial que você faça isso através de um computador e não utilizando o seu smartphone. Tendo esclarecido isso, basta seguir o seguinte passo a passo.

Assim que tiver acessado o Internet Banking Agibank, você deve informar alguns dados pessoais para poder logar com sua conta. Basta preencher utilizando o seu CPF/CNPJ e a senha.

Imagem do internet banking do Agibank  onde se informa dados para acessar conta.
Se você for uma pessoa jurídica, basta digitar o seu CNPJ. Aliás, basta colocar apenas os números, sem pontos e traços.

Você irá notar que terá uma sessão com os dizeres “Acessar com celular”. No entanto, isso não quer dizer que é para utilizar o internet banking através do dispositivo móvel. Na verdade, é apenas para que você logue usando o número do seu celular, uma vez que esse número é o mesmo da sua conta.

Imagem do Internet Banking onde é possível acessar com o número de celular.
Ao apertar nessa opção, você deve informar o número do celular, já que é o mesmo número da conta-corrente.

Com esses dados já preenchidos, uma nova aba irá abrir, redirecionando-o para uma parte privada referente aos seus dados bancários. E para dar prosseguimento ao cancelamento, você deve clicar na seta que fica ao lado do seu nome, situado no canto superior direito.

Imagem do Internet Banking onde é possível encerrar a conta do Agibank.
O Internet Banking do Agibank é bem completo, pois através dele é possível realizar várias ações, inclusive de encerramento de conta.

Em seguida, é só apertar em “opções”.

Imagem do Internet Banking onde é possível encerrar a conta do Agibank.
Esse banco digital é um tanto rígido no sentido de que, ao encerrar a conta, dificilmente irá conseguir voltar a ser cliente. Portanto, tenha bastante certeza da sua decisão.

Diversas opções aparecerão no lado esquerdo da sua tela. Procure pelos dizeres “encerrar minha conta”. Ao achar, basta apertar sobre essa opção.

Imagem do Internet Banking onde é possível encerrar a conta do Agibank.
É através do próprio internet banking que você pode migrar o seu salário para o Agibank pois, ao fazer isso, ficará isento de anuidade para sempre, e não apenas por um ano.

Assim que clicar, aparecerá na sua tela os motivos para continuar a ser cliente da instituição. Ou seja, o sistema irá tentar dissuadi-lo da ideia de encerrar a conta no Agibank. No entanto, se você está decidido a fechar a conta, basta apertar em “Seguir com o encerramento”, que está localizado logo ao final da página, com letras pequenas.

Imagem do Internet Banking onde é possível encerrar a conta do Agibank.
Nessa etapa, a plataforma irá mostrar as principais vantagens de se manter a conta Agibank. Mas, caso você não se convencer, é só apertar para seguir com o cancelamento.

Ao tomar essa ação, o chat do Agibank irá ser aberto, onde lhe será mostrado algumas informações concernentes ao fechamento da conta. Leia tudo com atenção e, feito isso, é só apertar em “Sim”, para poder efetuar a solicitação.

Imagem do internet banking onde é possível cancelar a conta no Agibank.
Se mudar de opinião, é só digitar “não” que o procedimento irá ser encerrado no mesmo momento.

Depois de ter confirmado o seu intento de encerrar a conta, irá ser aberto um ticket de suporte demandando que a sua conta seja fechada definitivamente. Em seguida, você receberá um formulário formal de encerramento de conta através do seu e-mail. É preciso imprimir, preencher e assinar. Depois, é preciso escanear ou fotografar esse documento e encaminhar para o endereço eletrônico do banco, o mesmo que enviou o formulário.

Assim que isso for formalizado, o banco terá um prazo de até 30 dias para que a sua solicitação seja processada e que a sua conta seja encerrada por definitivo. Essa é uma norma imposta pelo Banco Central, portanto, caso ela não seja respeitada é estritamente importante que você entre em contato com esse órgão para que ele tome as medidas cabíveis e o seu desejo seja respeitado.

Como cancelar conta no Agibank pelo chat?

Muitas pessoas não têm computador em casa e, por isso, o método anterior não é muito viável, uma vez que é necessário um desktop. No entanto, também é possível cancelar conta no Agibank pelo celular, utilizando o chat da instituição. Inclusive, para muitas pessoas, esse é um método considerado muito mais simples e fácil. Mas, antes de começar, certifique-se de que o aplicativo da instituição está instalado e atualizado no seu aparelho celular.

Já tendo conferido esses detalhes, você deve abrir o aplicativo e logar com as informações solicitadas. Feito isso, é só ir até o chat do Agibank e escrever o seu intento; ou seja, de encerrar a sua conta. Semelhante ao que acontece pelo internet banking, o atendente irá tentar fazer com que você mude de ideia mostrando alguns benefícios que a instituição promove aos seus clientes.

Porém, basta você manter a sua posição e confirmar que seu desejo é realmente encerrar o vínculo com a instituição. Tendo feito isso, o atendente irá dar prosseguimento a sua solicitação, ou seja, irá abrir um ticket de suporte para que o seu pedido seja analisado. Em seguida, você receberá um formulário, o qual também deve ser lido, assinado e reenviado para o endereço eletrônico do suporte Agibank.

Parte traseira de um celular na cor dourada com uma câmera.
O procedimento de encerramento de conta do Agibank pelo celular é bem semelhante ao internet banking, mas, para muitas pessoas, é bem mais simples e rápido.
(Imagem: ninofficialphotography via Pixabay)

Assim como no procedimento anterior, a instituição também terá o prazo de, no máximo, trinta dias para consumar a sua solicitação. Portanto, ainda que esse procedimento seja um pouco mais rápido, pode ser que você tenha que esperar por esse período até ter sua conta definitivamente encerrada. Fique atento a esse prazo, pois caso ele não seja respeitado, será necessário contatar os órgãos responsáveis para resolver essa questão.

Como cancelar a função crédito do cartão Agibank?

É possível que você goste dos benefícios que o Agibank proporciona e, por isso, queira continuar usufruindo da conta-corrente. Inclusive, muita gente procura sobre esse tópico após ter passado um ano desde a abertura da conta, uma vez que a instituição oferece isenção de anuidade justamente por esse período. E, com medo de terem que arcar com essa conta, muitos dos clientes procuram ardentemente como realizar esse procedimento.

A verdade é que, nos dias atuais, não faz muito sentido continuar com um cartão de crédito que gere gastos mensais, tendo em vista a infinidade de opções no mercado financeiro que não cobram para ter essa funcionalidade. Não é raro encontrar clientes Agibank que procuram cancelar seus cartões após um ano, mas esse é um tópico do qual não é muito esclarecido pela instituição bancária. E para que você não tenha mais dúvida, resolvemos escrever sobre essa possibilidade.

Imagem do site Agibank na aba cartões
Como depois de um ano o Agibank passa a cobrar anuidade no cartão de crédito, uma boa parte dos clientes procuram como encerrar essa função. E, mesmo que a empresa não deixe isso muito claro, é completamente possível realizar esse procedimento.

Para cancelar a função crédito do cartão Agibank, você deve utilizar o seu celular, pois esse procedimento deve ser feito ou pelo telefone ou por intermédio do chat. Vale destacar, inclusive, que esse é um procedimento imediato, você não precisa esperar 30 dias até que essa demanda seja atendida, por exemplo. Para solicitar esse cancelamento, basta contactar um dos números abaixo.

  • Para capitais – 3004 2221;
  • Demais localidades – 0800 602 0022;
  • SAC – 0800 730 0999.

Porém, antes de entrar em contato com um desses canais de atendimento, você deve ficar atento ao horário de funcionamento. Todos os números descritos acima funcionam apenas das 7h30 às 20h, então não deixe de contactá-los apenas durante esse horário ou, do contrário, você não será atendido. Vale destacar que também é possível realizar essa solicitação pelo aplicativo do Agibank. Basta entrar no chat e solicitar o encerramento da função crédito.

Para cancelar a função crédito, preciso estar com a fatura zerada?

Esse é um outro ponto que tem que ser esclarecido, uma vez que uma grande parcela dos clientes compreende esse assunto de uma maneira errada. Para poder cancelar a conta do Agibank, é preciso arcar com todas as despesas financeiras e, inclusive, caso tenha empréstimos a pagar, é necessário realizar um método alternativo.

Em vista disso, muitas pessoas acabam pensando que o mesmo acontece para o encerramento do cartão. Mas, apesar de fazer certo sentido, na prática não é bem assim. Mesmo que você cancele o cartão de crédito, a sua conta-corrente continuará ativa. E isso significa dizer que todas as faturas podem continuar a serem enviadas para a sua conta, mesmo sem a função crédito ativa.

Mulher segurando sacolas de compras nas mãos.
Ainda que você cancele a função crédito do seu cartão, todas as suas compras continuarão sendo enviadas para a sua conta-corrente. Portanto, não é estritamente necessário arcar com todas as pendências financeiras antes de cancelar o cartão de crédito.
(Imagem: gonghuimin468 via Pixabay)

Em suma, isso quer dizer se você realmente quer cancelar o seu cartão de crédito, é possível fazer isso mesmo tendo faturas a vencer, uma vez que você continuará recebendo o valor das faturas na sua conta-corrente. No entanto, um esclarecimento necessário é que, para poder continuar usufruindo dos benefícios, você deve manter pelo menos uma função ativa. Então, caso queira encerrar tanto a função crédito quanto débito, automaticamente a sua conta-corrente irá ser encerrada.

Por que as pessoas estão cancelando a conta no Agibank?

Como você já pôde perceber, o Agibank é uma instituição bem mais antiga do que algumas pessoas pensam. Afinal, indo em contramão do que muitos pensam, a instituição é originária desde antes da ascensão dos bancos digitais. E o fato de já ser uma empresa um tanto quanto antiga, faz com que ela tenha tido tempo para se estruturar e estabilizar perante o mercado financeiro.

Inclusive, foi graças ao fato do tempo que hoje o Agibank tem os pontos de atendimento físicos, o que é um grande diferencial em relação as demais instituições. E por conta de tudo isso, muitas pessoas simplesmente não compreendem o motivo de os clientes Agibank estarem cancelando as suas respectivas contas. Mas, para que esse assunto seja devidamente esclarecido, basta conferir os tópicos seguintes.

Atraso na entrega

Esse é um assunto um tanto quanto extenso, uma vez que ele engloba bastante coisa. Mas, no geral, é muito comum ouvir ou ler relatos de clientes que tiveram atraso na entrega dos seus cartões ou que, simplesmente, não os receberam. E isso é um fato bastante chato, visto que a grande maioria das pessoas apenas abre uma conta bancária para ter um cartão de crédito e, quando não recebem em casa, apenas desistem de manter relação com o banco.

Homem segurando um cartão de crédito em frente a um notebook.
Muita gente só abre conta bancária para poder utilizar o cartão de crédito. No entanto, como o Agibank tem problemas com suas entregas, desde atrasos até não entrega, muita gente acaba por querer cancelar a conta.
(Imagem: JoshuaWoroniecki via Pixabay)

Contudo, o problema se estende para outras áreas. O Agibank é uma instituição financeira que oferece a opção de empréstimo. Porém, para melhor segurança do cliente, é importante que ele receba em casa o contrato, e isso, por vezes, pode se tornar um problema. Diversos relatos, inclusive no Reclame Aqui, apontam que Agibank é deficitário nessa área, uma vez que é comum a empresa atrasar na entrega desses contratos.

Cobranças indevidas

De todos os problemas que podem acontecer, certamente um dos mais graves diz respeito às cobranças indevidas. E, infelizmente, isso não é raridade no Agibank. Há um conglomerado de reclamações relatando que, por mais de uma vez, receberam cobranças em nome de outra pessoa, por exemplo. Esse é um problema que, ao se tornar recorrente, é um grande motivador para que os clientes procurem cancelar as suas contas.

Cartão de crédito MasterCard azul e dinheiro dentro de um bolso de calça jeans.
É até entendível que nenhuma empresa é perfeita e, portanto, enganos podem acontecer. No entanto, quando há muitas reincidências do mesmo problema, acaba se tornando incômodo e fazendo com que a grande maioria queira encerrar a conta no Agibank.
(Imagem: jarmoluk via Pixabay)

Muitos sabem que depois de um ano, o cartão de crédito passa a ter a cobrança de anuidade, e algumas pessoas relatam que houve uma cobrança abusiva em relação a essa taxa. Em vista disso, é muito comum que os clientes procurem encerrar as suas contas após o período anual. Outras reclamações ainda afirmam a aparição de cobranças logo após o cancelamento de conta, fazendo com que muitos clientes se sintam inseguros em relação a empresa.

Anuidade

Atualmente, muitas pessoas atribuem as taxas aos bancos tradicionais, pois até hoje é possível enxergar que esse tipo de cobrança é preservado pelas instituições financeiras convencionais. Ademais, se é claro a perca de clientes que essas empresas estão tendo, o mesmo também ocorreria com bancos digitais que optaram por manter essas cobranças, ainda que só depois de um ano.

Cartão de crédito azul
No mercado bancário atual, o que não falta é opções que isentam vitaliciamente os clientes de pagar anuidade. Portanto, se afiliar a uma instituição que não mantém essa característica, por vezes, não é nem um pouco benéfico.
(Imagem: vjkombajn via Pixabay)

Não é anômalo, inclusive, que os clientes Agibank mantenham as suas contas por apenas um ano. No entanto, vale destacar que a empresa oferece isenção vitalícia aos clientes que migrarem o salário para o Agibank. É verdade que é algo bem simples de fazer, mas tem muita gente que prefere manter as coisas como estão. Além do mais, esse tipo de obrigação simplesmente não faz sentido quando há outras opções melhores no mercado.

Insatisfação com os serviços

A grande razão para que as pessoas resolvam encerrar as suas contas é justamente por se sentirem insatisfeitos com os serviços que o Agibank oferece. Muita gente tem uma concepção errada do que é um banco digital, pois acreditam que toda instituição nesse modelo é livre de taxas, por exemplo. No entanto, ainda que a grande parte dos bancos digitais realmente isentam os clientes dessas taxas, não é uma regra.

Tanto que existe diversos exemplos no mercado financeiro de instituições bancárias digitais que optaram por manter essa característica. E uma referência disso é justamente o Agibank, pois ele não é um banco cujos serviços são ilimitados e gratuitos. Como já citado, a instituição propõe um ano de isenção na anuidade e, caso você utilize o banco como uma conta salário, a sua isenção passa a ser vitalícia.

Essa já é uma questão que desagrada os clientes, mas infelizmente não acaba por aí. Dentre os serviços pagos e que não são ilimitados, é possível citar o saque, transferências e boletos. O Agibank disponibiliza apenas quatro saques gratuitos por mês e, caso queira mais, é necessário desembolsar um valor de R$6,49 por cada boleto a mais que for emitido. E o mesmo ocorre com transferências, pois você só tem quatro gratuitos por mês.

Teclado de um caixa eletrônico.
Nenhum dos serviços do Agibank são ilimitados, e isso significa dizer que, caso queira usufruir mais do que o permitido, é necessário desembolsar um valor, e isso desagrada muitos clientes.
(Imagem: TBIT via Pixabay)

Caso queira fazer mais de quatro transferências para um outro banco que não seja o Agibank, é necessário pagar o valor de R$4,90. E em relação aos boletos, o banco disponibiliza apenas quatro mensais, e mesmo que você queira emitir mais, não é possível, ainda que esteja disposto a pagar a mais por isso. O sistema do banco simplesmente não possibilita o cliente a emitir mais de quatro boletos mensais, sejam eles emitidos ou liquidados.

Diante de todas essas problemáticas, é até inviável continuar com um relacionamento bancário, uma vez que há diversas outras opções no mercado que tem serviços muito mais vantajoso. Um exemplo disso é o Inter, uma vez que lá é tudo gratuito e ilimitado, sem cobrança de taxas, manutenção de conta, anuidade, mensalidade etc. E essa consciência é justamente o motivo para que o Agibank esteja perdendo clientes.