Picpay é confiável? Posso deixar meu dinheiro nessa carteira digital?

Picpay é confiável? Posso deixar meu dinheiro nessa carteira digital?

Ainda que vivamos em uma era digital, não podemos acreditar cegamente em todos os aplicativos que aparecem. E esse é o principal motivo pelo qual você deve saber se o Picpay é confiável. Afinal, como se trata de um aplicativo que lida diretamente com o seu dinheiro e com algumas informações sensíveis, todo cuidado é pouco. E, nesse artigo, falaremos mais a respeito desse assunto. Confira!

Mulher segurando iPhone branco perguntando se Picpay é confiável
O Picpay já é um aplicativo bastante conhecido, no entanto, antes de usá-lo, você precisa saber se ele é um aplicativo confiável. E esse é o nosso assunto de hoje. Confira!
(Imagem: PhotoMIX Company via Pexels)

As fintechs tem se tornado cada vez mais comum e, o que antes era tratado com muito mais cautela, hoje em dia nem sempre se procura saber mais a respeito de um determinado aplicativo. As questões que permeiam a segurança de um app vai muito além dele simplesmente não vazar os seus dados. E é por isso que nesse artigo, além de lhe de responder se o Picpay é confiável, mostraremos outra faceta que é concernente ao assunto.

O que é o Picpay?

Mesmo que atualmente esse aplicativo já esteja bastante difundido, não são todas as pessoas que compreendem exatamente o que é o Picpay. Diferente do que muitos pensam, o Picpay não é nenhum banco nem instituição financeira. Na realidade, ele se enquadra como sendo uma carteira digital.

E qual a funcionalidade da nossa carteira? Exatamente, guardar dinheiro. Esse é o resumo (um pouco superficial) do que é o Picpay. Mas, como estamos falando de um aplicativo, cujo objetivo é de guardar o seu dinheiro, é estritamente necessário saber se ele é ou não confiável.

Vamos criar um parâmetro de comparação: saber os antecedentes de uma pessoa, não faz com que você tenha mais ou menos confiança nela? Com um aplicativo, não é muito diferente. Saber o que tem por trás da sua estrutura, com ela foi construída e quem está no comando disso tudo, é uma das formas de criar o primeiro pilar para se estabelecer se o Picpay é confiável ou não.

E, quanto a isso, você pode ficar despreocupado, visto que os proprietários do Picpay são bastante renomados. Cerca de 17,76% pertencem ao Banco Original, 20,27% a Mavericks Participações e 61,97% a J&F Investimentos.

O Picpay é realmente confiável?

Sim, o Picpay é confiável, e nós iremos elucidar o porquê. Primeiro, tanto o site quanto o aplicativo possuem certificado digital, e isso garante que todos os dados enviados e recebidos são criptografados. E uma informação adicional que você precisa saber ainda dentro desse contexto é que o armazenamento segue as normas de segurança de dados PCI.

Aos que não sabem o Payment Card Industry, conhecido também através da sigla PCI, é uma espécie de conjunto de normas, onde o único objetivo é garantir a segurança dos dados de cartão de crédito usados em transações online. Então, para “entrar” ao PCI, é necessário estar dentro de todos os pré-requisitos estabelecidos pela organização. Dentre alguns requisitos, pode-se citar:

  • Proteger as informações do titular do cartão;
  • Rastrear acesso à rede e aos dados do cartão de crédito;
  • Desenvolver e manter aplicações seguras;
  • Estabelecer uma política de segurança, o qual deve ser seguida por toda empresa.

Há ainda outras características que fazem com que o Picpay seja confiável. A exemplo, destaca-se o fato de a senha ser criptografada e necessária para todo e qualquer tipo de transação. Então, mesmo que você perca seu celular, e alguma pessoa má intencionada tente usar os seus dados, será necessário confirmar a senha.

É seguro deixar dinheiro no Picpay?

Ok, você já percebeu que, no que tange aos seus dados, o Picpay é confiável, visto que ele tem todo um padrão de segurança embasado no PCI. Mas, como o aplicativo é uma carteira digital, onde o objetivo é guardar o dinheiro lá, será que nesse ponto você também pode depositar confiança?

Nesse ponto, o Picpay também não desaponta, haja vista que todo o aplicativo é criptografado e todas as normas e padrões do PCI também são rigorosamente seguidas. Tudo é criptografado e armazenado em servidores seguros e, para qualquer transação, é necessário autenticar a identidade.

Dados de criptografia
Um dos principais motivos pelo qual é seguro deixar seu dinheiro no Picpay é pelo fato de todo o aplicativo possuir criptografia de ponta a ponta, o que deixa o app ainda mais seguro e difícil de ser invadido ou de seus dados serem roubados/interceptados.
(Imagem: xresch via Pixabay)

Então, supondo que uma pessoa tenha acesso aos seus dados pessoais e queira cadastrar a sua conta em outro dispositivo. Inicialmente, ela até conseguirá entrar na sua conta com o seu e-mail e senha. Porém, para poder fazer qualquer transação, o aplicativo irá solicitar a autenticação do rosto.

Ou seja, sempre que a sua conta for conectada a um outro dispositivo, será solicitado o reconhecimento facial. E constatado que não se trata da mesma pessoa, a conta poderá ficar temporariamente indisponível por tentativa de fraude. E esse é um grande sinal de que o Picpay é confiável, né?!

É seguro investir no Picpay?

Na grande maioria das vezes, os investidores procuram por plataformas que sejam asseguradas pelo FGC, pois ele garante a restituição de até R$250 mil caso a empresa caia na falência, por exemplo. Porém, o que assusta um pouco as pessoas é que o Picpay não possui garantia pelo FGC.

E esse é um grande motivador para que as pessoas achem que o Picpay não é confiável, mas é importante analisar o contexto dessa situação. Primeiro de tudo, você tem que compreender que o valor disponível na sua carteira é investido em títulos públicos, ou seja, do governo. Se você não conhece de investimento, dentro do mercado financeiro, ele é considerado o investimento mais seguro.

E é por esse motivo que o Picpay não tem FGC, porque não há essa necessidade, uma vez que todo investimento por parte da fintech é completamente em títulos públicos. Fora isso, todo o seu dinheiro investido fica separado do patrimônio da empresa.

Picpay é confiável para pagamentos?

Esse é um ponto que divide bastante opiniões. Como já explicamos nos parágrafos anteriores, todo o aplicativo e site são criptografados de ponta a ponta. Então, essa segurança inevitavelmente respalda nos pagamentos. Eles são seguros sim, e isso não há dúvidas. Porém, temos que fazer algumas ressalvas.

Mulher mexendo no iPhone e usando o MacBook
O Picpay é seguro sim para realizar pagamentos, no entanto, nesse ponto, a experiência do usuário tem que ser salientada e, por isso, não podemos omitir uma certa informação concernente a esse tópico.
(Imagem: Firmbee via Pixabay)

A experiência do usuário sempre fala mais alto e, alguns relatos, apontam que existe uma demora excessiva em alguns pagamentos. Às vezes, o seu pagamento pode ficar em análise por um período muito grande, e isso pode atrapalhar as suas finanças, principalmente se a conta estiver próximo ao dia do vencimento.

Não é sempre que isso acontece e tem usuários que nunca nem sequer passaram por isso. No entanto, essa é uma informação que não pode ser omitida. O Picpay é confiável, mas pode acontecer desses pequenos problemas acontecerem na sua conta. Então, fique ciente.

Renato

Veja Notícias

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente